Versando a vida.
A renúncia é a libertação. Não querer é poder.Fernando Pessoa
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos
Desértico amor.
Percorri todas as estradas que levaram a ti,
Estávamos sós na caminhada, eu, o sol, o vento
E as estradas vazias de carros,
E plenas de sentimentos
O sol fustigou meu rosto, o vento dançou nos meus cabelos
Quentes
Como se já tivesses me envolvido no abraço...
Longe estavas
A espera era o impulso,
Meu desejo de ti me alimentava
E consumia
A mim já não me bastava a caminhada,
Queria o encontro.
Mas os caminhos se emaranharam
No céu vi recortes do teu rosto que sorria
Enquanto guloso de mim você se embevecia
Mas o céu era distante ainda,
E cada vez mais eu ardia
Corpo e mente em ti me consumia
E caminhava para o encontro esperado
Por ti desejado,
Era urgente saciarmos nossas fomes
De amor compartilhado.
Jeanne Geyer
Enviado por Jeanne Geyer em 10/01/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários