Versando a vida.
A renúncia é a libertação. Não querer é poder.Fernando Pessoa
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos
O abandono.
Na casa vazia procuro teu cheiro,
Algum retrato esquecido no fundo da gaveta,
Onde estão as carteiras de cigarros que você deixou quando parou de fumar.
Um cortador de unha, o aparelho de barbear
Uma carta amarelada que te mandei e você desprezou na partida
Os mimos que te dei junto com os parcos presentes displicentemente jogados na nossa cama, em datas comemorativas.
Quiseste partir sem levar na mala nada que fosse meu...
Nenhuma lembrança do que a gente viveu
Você virou a página de mim e mergulhou nos braços de uma qualquer
Já não importa mais pra quem eu te perdi
Porque você não vai nunca mais encontrar quem te ame como eu te amei
Enquanto eu logo estarei refeita do teu estrago
E pronta para amar novamente alguém que me ame tanto quanto te amei.
Jeanne Geyer
Enviado por Jeanne Geyer em 08/01/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários